Capela de São Miguel Arcanjo, a igreja mais antiga de São Paulo

Capela de São Miguel Arcanjo, Zona Leste. | Imagem: Guia de Bens Culturais de SP

A Capela de São Miguel Arcanjo, na Zona Leste, é a igreja mais antiga de São Paulo e um dos monumentos mais importantes do país por representar a chegada e o estabelecimento dos jesuítas e da Igreja Católica em Piratininga. Em 1622 o padre João Álvares, com recursos do bandeirante Fernando Munhoz, construiu a igreja com a ajuda dos índios Guaianases que ocupavam a região.

De taipa de pilão, a capela alpendrada representa a arquitetura jesuítica do segundo século de colonização do Brasil. A mesa de comunhão e a pia batismal em jacarandá aumentam a importância do imóvel, reconhecido como patrimônio histórico pelo Conpresp, Condephaat e Iphan.

Em 1759, quando os jesuítas foram expulsos do Brasil, os franciscanos passaram a administrar a capela e promoveram algumas reformas. Elevaram o pé direito da nave de quatro para seis metros, abriram duas janelas e criaram espaço para um coro.

O último restauro ocorreu entre 2008 e 2011, quando foram descobertas e recuperadas primitivas imagens e pinturas artísticas. A reforma também criou espaço para um museu da história da igreja.

Serviço
Praça Padre Aleixo Monteiro Mafra, 10
São Miguel Paulista,São Paulo, SP
Em frente a Estação São Miguel Paulista da CPTM

Visitação
Sábados, das 10h às 12h e das 13h às 16h
Sem necessidade de agendamento

Entrada
R$ 4 (inteira)
R$ 2 (meia) – para estudantes com identificação escolar

Isentos: crianças até 7 anos, idosos a partir de 60 anos, professores e estudantes da rede pública, pessoas com deficiência, grupos pastorais e entidades assistenciais com identificação