Conheça a antiga fábrica da Cia. Antarctica Paulista

Edifício da CIA. Antarctica Paulista, Mooca/Guia de Bens Culturais da Cidade de São Paulo

Edifício da CIA. Antarctica Paulista, Mooca/Guia de Bens Culturais da Cidade de São Paulo

Antes de abrigar a Companhia Antarctica, o prédio foi a fábrica da cerveja Bavária, produzida por um alemão de origem russa chamado Henrique Stupakoff.

Stupakoff montou sua fábrica em 1892, em um terreno na atual avenida Presidente Wilson, na Mooca (Zona Leste), que pertencia a um engenheiro da São Paulo Railway. O lote era estratégico, pois em seu fundo passava a ferrovia, o que facilitava o recebimento de matéria prima e o envio do produto final aos distribuidores.

Seu edifício principal é todo construído em tijolos e tem cinco pavimentos. Conforme a produção da fábrica aumentou, outras edificações foram construídas para atender a demanda. Possuía um maquinário a vapor, moderno para os padrões da época, que funcionavam com água captada do Rio Tamanduateí.

Em 1904 a fábrica foi comprada por Zerrener, Büllow & Cia., na época sócios majoritários da Companhia Antarctica Paulista, que antes de ser uma sociedade anônima, era uma fábrica de gelo e banha localizada também na Mooca.

Com a aquisição da fábrica de Stupakoff, a Antarctica da Mooca passou a produzir apenas refrigerantes, até que em 2004 a companhia foi absorvida pela AmBev e teve sua fábrica na Mooca desativada.

Edifício da Companhia Antarctica Paulista, Mooca/Guia de Bens Culturais da Cidade de São Paulo
Detalhe do edifício da Companhia Antarctica Paulista, Mooca/Guia de Bens Culturais da Cidade de São Paulo