Conheça o patrimônio histórico da Penha, uma das primeiras freguesias da cidade

Rosário dos Homens Pretos

Você sabia que Oswald de Andrade e Pagú se casaram na  pequena igreja de Nossa Senhora do Rosário, na Penha (zona leste)?

O bairro nasceu como um local de devoção. Foi fundado em 1667 pelo padre Jacinto Nunes Siqueira e a religião católica influenciou seu desenvolvimento. Havia grandes procissões, assim como grandes festas, e o bairro recebia a visita de centenas de devotos que levavam seus pedidos para Nossa Senhora da Penha.

Conheça alguns pontos históricos da Penha e aproveite para almoçar na região com as nossas sugestões de bares e restaurantes.

Saindo do Metrô Penha, siga pela rua José Martinho de Moura Baptista e rua Irapucará. Ao final da rua Arnaldo Vallardi Portilho, vire à direita e você estará de frente para o nosso primeiro ponto:

1. Igreja Matriz de Nossa Senhora da Penha de França

Igreja Matriz de Nossa Senhora da Penha de França/Guia de Bens Culturais da Cidade de São Paulo

A Igreja Matriz de Nossa Senhora da Penha de França norteou a formação e ocupação do bairro: foi em torno dela que as pessoas se fixaram e começaram a desenvolver atividades agrícolas e de atendimento a viajantes. Erguida em 1682 ainda como uma capela, em taipa de pilão, a igreja foi reformada em 1882, quando ganhou características neoclássicas. A igreja passou por algumas interdições e reformas. Na década de 1930, com a elevação das paredes de taipa com alvenaria e tijolo, demolição das paredes internas e substituição das janelas de madeiras por vitrais. Na década de 1980, ocorreram obras de estabilização da igreja, que corria o risco de desabar.

Endereço: Praça Nossa Senhora da Penha, 1

 

2. Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos da Penha de França

Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos da Penha de França/Guia de Bens Culturais da Cidade de São Paulo
Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos da Penha de França/Guia de Bens Culturais da Cidade de São Paulo

A igreja é símbolo de solidariedade e resistência da população negra da região diante dos rigores da escravidão. Seu significado estende-se ao Largo da Matriz, onde acontecem celebrações e manifestações religiosas, como a congada e o moçambique. Em 1802, a Irmandade dos Pretos da Freguesia da Penha de França encaminhou aos poderes religiosos uma petição para construir a igreja, que tem a arquitetura marcada pela taipa de pilão e planta simples (capela, nave, galeria lateral e sacristia). No final do século 19, foram construídos a torre sineira e o frontão.

A Comunidade de Samba Largo do Rosário da Penha de França promove rodas de samba e outros eventos na praça da igreja. Para saber mais, acesse o facebook do grupo:https://www.facebook.com/Sambalargodorosariopenhasp/

Endereço: Largo do Rosário, s/n

 

3. Centro Cultural da Penha

Fachada do Centro Cultural da Penha/Centro Cultural da Penha
Fachada do Centro Cultural da Penha/Centro Cultural da Penha

O Centro Cultural da Penha é um equipamento público da Secretaria Municipal de Cultura que tem como objetivo garantir o acesso da população aos bens culturais, através de atividades culturais e artísticas que contribuam com a inclusão e o reconhecimento de artistas locais.

Endereço:  Largo do Rosário, 20

4. Grupo Escolar Santos Dumont (1913, Hércules Beccari)

Edifício do Grupo Escolar Santos Dumont/Google
Edifício do Grupo Escolar Santos Dumont/Google

É considerada a primeira escola oficial da Penha e faz parte de um conjunto de mais de 100 escolas públicas que o governo do Estado construiu entre 1880 e 1930. O imóvel de fachada eclética tem uma estrutura racional, adequada ao programa pedagógico implantado.

Endereço: Praça Oito de Setembro, 73

 

mapa1

 

5. Escola Estadual Nossa Senhora da Penha (1952, Eduardo Corona)

Fachada da Escola Estadual Nossa Senhora da Penha/Google
Fachada da Escola Estadual Nossa Senhora da Penha/Google

A escola fez parte do programa Convênio Escolar, que construiu escolas públicas com a parceria entre governo municipal e estadual na década de 1950. O prédio tem arquitetura moderna, com dois pavimentos apoiados sob pilotis e interligados por escadas e rampas. Em 2015 o Conpresp tombou o imóvel ex officio (essa denominação é dada quando se tomba imóvel anteriormente tombado por outro órgão).

Endereço: Rua Benedito de Camargo, 762

 

6. Mercado Municipal da Penha – Senador Antônio Emydio de Barros

Mercado Municipal da Penha/Google
Mercado Municipal da Penha/Google

Após pedidos da população, o mercadão da Penha foi inaugurado em 1971. Conta com diversos boxes que oferecem produtos nacionais e importados. Construído entre as avenidas Penha de França, Gabriela Mistral e Cangaíba, possui grandes proporções e arquitetura funcional e uma referência importante para a população do bairro.

Endereço: Av. Gabriela Mistral, 160

 

mapa3

 

SERVIÇO

Centro Cultural da Penha
Largo do Rosário, 20
No sábado, dia 09/07, a Associação Camará promove o evento “Chá do Chapeleiro Louco” no Centro Cultural da Penha. A ideia é a busca de boa companhia à mesa, no interesse de trocar ideias, viabilizar projetos e tecer discussões sobre arte e cultura. O Centro Cultural da Penha emitirá certificado de participação para os interessados.
Durante o dia 10/07 (domingo), às 18h, o evento “Comitê do Soul” será realizado. A retirada de ingressos deve ser feita com 1h de antecedência. O evento é gratuito.
Para mais informações sobre os eventos, consulte o Centro Cultural da Penha:  (11) 2295-0401

Hamburgueria
Largo do Rosário, 110.
Um espaço intimista com vista panorâmica do largo e igreja do Rosário. A casa oferece hambúrgueres artesanais com muitas opções em cardápio bem variado e cervejas nacionais e importadas.
Horário de funcionamento: de terça a quinta, das 11h às 15h e das 18h às 23h. Sexta das 12h às 15h e das 18h às 23h. Domingo das 18h às 23h. Não abre às segundas.

Mercado Municipal da Penha – Senador Antônio Emydio de Barros
Avenida Gabriela Mistral, 160
Dentre os variados produtos comercializados, está o box da Família Saavedra, com as típicas empanadas chilenas, a lanchonete Café Expresso Dias Gomes, a padaria Café São Paulo, o restaurante self-service Itapuan e a Pastelaria Mitsuo Oshima.
Horário de funcionamento: de terça a sábado, das 8h às 19h. Domingos das 8h às 13h. Não abre às segundas.

Casa de Bolos
Rua Comendador Cantinho, 538.
Uma casa que oferece bolos em toda a sua simplicidade, o chamado “bolo de vó”. O segredo é a receita caseira que agrega muitas lembranças afetivas em seu paladar.
Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 8h30 às 18h30. Sábados das 8h às 17h. Não abre aos domingos.