Estudantes criam 187 verbetes sobre os patrimônios históricos de São Paulo na Wikipédia

destaque

 

Após perceber uma lacuna de informações na Wikipédia sobre os bens históricos de São Paulo, o professor João Peschanski, do curso de jornalismo da faculdade Cásper Líbero, escolheu o patrimônio como tema deste ano do “Projeto Wikipédia”, em que os alunos pesquisam e redigem verbetes da enciclopédia virtual colaborativa.

O projeto, apoiado pelo DPH com orientação aos estudantes para acesso a seu acervo, resultou na inclusão de 187 novos verbetes na categoria de Patrimônios Históricos de São Paulo, que só no mês de novembro tiveram 400 mil acessos pelos usuários. Foram também 223 mil caracteres adicionados no WikiVoyage, plataforma que indica pontos turísticos. Além disso, 3.214 imagens de alta resolução agora estão disponíveis no Wikimedia Commons e podem ser usadas livremente, desde que os devidos créditos sejam dados.

IDEALIZAÇÃO DO PROJETO

A efetiva preservação do patrimônio só se dá quando o valor histórico e cultural de um bem protegido é reconhecido pela população. Peschanski e seus alunos entenderam que colocar as informações sobre o patrimônio paulistano reunidas em uma plataforma de fácil acesso contribuiria para a divulgação e valorização dos bens tombados.

Além disso, hoje as informações são altamente dinâmicas. Tê-las em uma plataforma colaborativa, de fácil acesso, permite que muitas pessoas contribuam para a construção do conhecimento. Para garantir a qualidade das informações, a equipe de revisores é treinada para evitar vandalismos e alterações suspeitas nos verbetes.

Em 2005 o jornal britânico “Nature” publicou um estudo sobre a qualidade das informações encontradas no Wikipédia (em inglês), através da comparação de 42 artigos científicos de outras enciclopédias impressas. Uma das conclusões foi que não há diferenças significativas de informação entre a Wikipédia e a Enciclopédia Britânica. Outras análises desse estudo comparativo podem ser lidas no artigo “Wikipédia e Enciclopédia Britânica“.

EDIÇÕES ANTERIORES

Não é a primeira vez que João Peschanski faz um projeto para a Wikipédia em sala de aula. Em 2014, ele uniu seus alunos em torno de uma pesquisa sobre os desaparecidos da ditadura no Brasil, com 166 verbetes. Sobre esse trabalho, publicou o artigo “A wiki-pedagogia no Jornalismo: o caso do Projeto Wikipédia da Faculdade Cásper Líbero”, onde aborda a questão do uso da plataforma na difusão de assuntos relacionados ao período da ditadura no Brasil. Também já abordou temas como eleições, cinema brasileiro e economia solidária.