Para celebrar o Leão de Ouro de Paulo Mendes da Rocha, conheça seis de suas obras

Poupatempo Itaquera, Vila Campanela, São Paulo/MMBB

Poupatempo Itaquera, Vila Campanela, São Paulo/MMBB

por Claudia Ratti

Para celebrar o anúncio da premiação do arquiteto e urbanista Paulo Mendes da Rocha com o Leão de Ouro da Bienal de Veneza, o DPH preparou um roteiro que passa por algumas obras do arquiteto em três regiões de São Paulo como lojas, museus e estruturas externas onde é possível fazer a visitação. O arquiteto já recebeu outros dois prêmios: Pritzker (2006) e Mies van der Rohe (2000).

Segundo Guilherme Wisnik em seu texto “Aprendendo com Paulo Mendes da Rocha”, publicado na Folha de S.Paulo por ocasião do anúncio do Leão de Ouro, o fato de Paulo Mendes manter-se fiel a si mesmo e não ceder ao mercado o faz ser reconhecido pela crítica internacional. “Sua intransigência é um ethos preciso, e cada vez mais raro”.

ZONA OESTE

LOJA FORMA

Paulo Mendes da Rocha projetou em 1987 o prédio da antiga Loja Forma, conhecido pela integração entre a estrutura e a forma do edifício, com um desenho que dá simplicidade e leveza à sólida construção de concreto.

A obra destaca-se de outras construções da avenida por seu grande porte. A elevação do piso foi uma solução para a construção do estacionamento, instalado no subsolo. O resultado foi um vão livre de 30 metros que, com vigas e pilares, sustenta a vitrine única da loja.

Atualmente está instalada no local a Loja Cod de móveis e decoração.

 

MUBE

Museu Brasileiro de Arquitetura, Jd. Europa/Paulisson Miura
Museu Brasileiro de Arquitetura, Jd. Europa/Paulisson Miura

O Museu Brasileiro de Escultura foi inaugurado em 1995 como uma resposta à criação de um possível shopping no Jardim Europa. Os moradores do bairro conseguiram barrar o projeto do shopping com a justificativa de que isso interferiria na tranquilidade do bairro.

O museu de concreto aparente foi implantado na área triangular de confluência entre a avenida Europa e a rua Alemanha. Exceto por uma estrutura que cria um vão livre sombreado de 60 metros de comprimento, o museu com todo seu programa (suas funções expositivas e administrativas, entre outras) foi resolvido no subsolo, de modo a manter o espaço do nível da rua para a exposição de esculturas. Tem jardim projetado por Burle Marx.

 

FIESP

FIESP, Bela Vista/Rosana Maria Machado Marques
FIESP, Bela Vista/Rosana Maria Machado Marques

A construção do prédio da Fiesp foi resultado de um concurso cujo objetivo era criar um edifício que se tornasse referência na cidade. O projeto foi feito pelo Escritório Rino Levi Arquitetos, com inauguração em 1979.

Em 1988, Paulo Mendes foi responsável pela reformulação e intervenção no térreo do prédio, que fica na avenida Paulista. Usando uma estrutura metálica com escada e mezzanino, Paulo Mendes reorganizou o acesso, recuperou a distância original entre o asfalto e a entrada principal, promovendo uma redistribuição do espaço.

 

CENTRO:

PRAÇA DO PATRIARCA

Praça do Patriarca, Sé/Dornicke
Praça do Patriarca, Sé/Dornicke

Como parte de um projeto de recuperação do local, Paulo Mendes projetou uma intervenção moderna na praça em 1992. A estrutura com configuração monumental é um pórtico metálico com abóbada sustentada por colunas que cobre a entrada superior da galeria Prestes Maia. Além da intervenção, o projeto do arquiteto recuperou o piso original da praça, fazendo referência a uma espécie de terminal de ônibus que ocupava o espaço antes.

 

PINACOTECA DO ESTADO

Pinacoteca do Estado, Bom Retiro/Guia de Bens Culturais da Cidade de São Paulo
Pinacoteca do Estado, Bom Retiro/Guia de Bens Culturais da Cidade de São Paulo

O projeto de restauro do museu mais antigo da cidade é do final da década de 1990. Paulo Mendes readequou a distribuição do edifício com a mudança do acesso ao prédio da avenida Tiradentes para a Praça da Luz e com a intervenção moderna de passarelas metálicas no interior do edifício.

A mudança do acesso permitiu a criação de um belvedere e as passarelas metálicas romperam com a verticalidade do prédio, o que proporcionou uma nova articulação entre as salas. Além disso, a reforma aumentou o espaço de exposição e permitiu maior entrada de luz no prédio.

SERVIÇO

LOJA COD (ANTIGA LOJA FORMA)

Av.  Cidade Jardim, 92
Horário de Funcionamento:  segunda a sexta das 9h às 20h, sábados das 10h às 17h
http://www.codbr.com/v2/onde-comprar/

MuBE

Av. Europa, 218/Rua Alemanha, 211

Horário de funcionamento: terça a domingo, das 10h às 19h.

http://mube.art.br/

FIESP

Av. Paulista, 1313

Horário de funcionamento: segunda, das 11h às 20h. Terça a sábado, das 10h às 21h. Domingo, das 10h às 19h.

http://www.fiesp.com.br/

PINACOTECA DO ESTADO

Praça da Luz, 2/Lg. General Osório, 66

Horário de funcionamento: quarta a segunda, das 10h às 17h30 (permanência até às 18h).

http://www.pinacoteca.org.br/

POUPATEMPO ITAQUERA

Av. do Contorno, 60 (ao lado da estação Corinthians-Itaquera do Metrô)

Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 7h às 19h. Sábado, das 7h às 13h.

https://www.poupatempo.sp.gov.br/